• Araújo & Nascimento Advogados

PLR DOS BANCÁRIOS 2021– CONHEÇA SEUS DIREITOS

Atualizado: Jan 12






Você sabe do que se trata a PLR dos bancários 2021? Esse é um benefício conquistado por trabalhadores de bancos juntamente com a ajuda de sindicatos.


Dessa forma, além de receberem o salário mensal e tudo que é estabelecido pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), como 13º salário, férias remuneradas, entre outros, também obtêm uma porcentagem daquilo que o banco lucra no ano.


Deseja saber mais sobre o assunto? Nós da Advocacia Araújo & Nascimento esperamos ajudar você a conhecer seus direitos. Para isso, acompanhe mais este artigo que disponibilizamos em nosso blog e entenda os principais pontos sobre a PRL deste ano!


PLR dos bancários 2021: quem tem direto a receber


A PLR dos bancários 2021, ou Participação dos Lucros e Resultados, trata-se de um valor que os colaboradores recebem, como um bônus que é baseado na distribuição dos lucros de uma empresa.


Esse direito foi concedido em 1995, sendo os bancários a primeira categoria a conquistá-lo e seu pagamento é realizado mediante um acordo feito entre empregadores e empregados, com a supervisão dos sindicatos, conforme a lei 10.101/2000.


Com o passar do tempo, os valores sofreram reajustes, uma conquista dos trabalhadores de bancos que recebem uma parte dos lucros das instituições financeiras e podem acrescentar à sua remuneração.


Assim, essa gratificação é definida anualmente por meio da CTT (Convenção Coletiva de Trabalho), que determina todas as regras da PLR.


Entretanto, existem duas modalidades em que essa quantia pode ser paga aos bancários. São elas:


· Integral: as pessoas que têm o direito de receber integralmente são empregados admitidos até o último dia de dezembro do ano de 2020. Além dos afastados for licença-maternidade, acidente de trabalho ou doença, desde primeiro de janeiro de 2021;


· Proporcional: colaboradores admitidos a partir de 1º de janeiro deste ano têm o direito a receber proporcionalmente aos dias trabalhados. Também aqueles que foram dispensados sem justa causa, no período de 2 de agosto de 2021 e a data em que a nova convenção foi homologada.

Por isso, é preciso atentar-se às datas dos pagamentos, às regras e aos cálculos para que consiga receber tudo o que é de direito.


Prazos e formas de pagamento


A PLR dos bancários 2021 é estabelecida, como dito, de acordo com o lucro anual que o banco obtém, e seu pagamento pode ser efetuado em duas parcelas.


Aliás, muitos trabalhadores já têm recebido antecipadamente, desde 1º de setembro, a data-base do atual reajuste de 10,97% ocorrido conforme a CTT 2020/2021, mais um de 0,5% chamado de aumento real, e tendo o prazo limite até o dia 31 do mesmo mês.


Porém, os bancos privados (Itaú, Santander, Bradesco, entre outros) devem efetuar a segunda parcela até o mês de março do ano que vem. Já os públicos possuem outras regras particulares. Assim, os cálculos dos privados são feitos da seguinte maneira:


· Na primeira parcela: recebem 54% do salário mais um valor fixo determinado na Convenção de, aproximadamente, R$ 1.677,09 e uma parte adicional de 2,2%, uma divisão distribuída linearmente dos lucros entre os empregados;


· Na segunda: corresponde a 90% do salário mais o valor fixo, já com os descontos referentes ao que foi recebido antecipadamente. Ambas as parcelas têm como limite de teto de R$ 2.807,03 do valor adicional.


Contudo, se você ainda estiver com dúvidas sobre valores, datas, cálculos ou outros assuntos relacionados à PLR dos bancários 2021, é importante contar com o auxílio de um advogado.


Afinal, é uma pessoa especializada que ajudará a verificar possíveis erros nas contas, ou caso haja alguma situação que esteja causando danos, ou que você sinta que seus direitos não estão sendo respeitados.









1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo